domingo, 3 de maio de 2020

Em meio à pandemia, Camaçari fecha mês de abril com 33 registros de homicídio





A pandemia do novo coronavírus não foi capaz de barrar a criminalidade em Camaçari. Durante o mês de abril, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) registrou 33 homicídios no município, 16 a mais que no mês anterior. Entre as vítimas estão 30 homens e três mulheres. Duas tentativas de homicídios também foram registradas.
Já no primeiro dia do mês, o jovem Marcos Henrique Santana da Silva, de 18 anos, foi morto após ter a casa invadida no Phoc III. No mesmo dia, Cleber Conceição dos Santos, de 38 anos, sofreu uma tentativa de homicídio no Centro.
No dia 12, em pleno domingo de Páscoa, oito pessoas foram assassinadas em Camaçari. A primeira morte ocorreu na Avenida Tiradentes, em Vila de Abrantes. A vítima foi identificada como Wilson Messias Santos, de 51 anos. O crime aconteceu às 9h20, dentro de um supermercado. Às 11h30, um homem não identificado foi morto em via pública, na Rua Boa Esperança de Dentro, em Barra do Jacuípe.
Às 15h, mais um homem foi assassinado, desta vez na Rua Raquel de Queiroz, no Parque Verde II. Ele não teve a identidade divulgada. Uma hora mais tarde, Fabrício Pereira dos Santos, de 19 anos, foi morto na Rua Manancial, Caminho 5, no bairro Santa Maria.
Alaércio de Souza Medrado, 30 anos, morreu na Rua Antônio Félix Martins, bairro Parque Verde I, às 20h44. Um duplo homicídio foi registrado às 22h38, na Rua Vila Nova, na Lama Preta. As vítimas foram identificadas pela SSP-BA como Edilson de Jesus dos Santos, de 35 anos, e o menor V.J.A., de 14 anos. O último homicídio do dia foi registrado às 23h33. Jucival dos Santos, de 39 anos, foi morto na Rua da Mangueira, na localidade de Areias, em Vila de Abrantes.
Em um fim de semana, mais seis pessoas foram mortas. Na noite da sexta-feira (17), Carlisson de Jesus Santana, de 30 anos, foi morto na Rua Cambuí, bairro Burissatuba. No sábado (18), um duplo homicídio vitimou Joao Victor Mendes Silva, de 20 anos, e Marcelo Cornélio Almeida Faria, 28 anos, no Km 2 da BA-531, Via Cascalheira.
No mesmo dia, Luan Vinícius Reis dos Santos, 27 anos, foi assassinado na Rua Bela Vista, nas proximidades do Horto Florestal, no bairro da Bomba. Já na tarde do domingo, foi registrada a morte de Admilson dos Santos Correia, de 23 anos, na BA-535, Km 36, na região de Catu de Abrantes. Uma hora depois, Domingos dos Santos Filho, de 39 anos, foi morto em local não informado.
Neste mês violento, três mulheres foram mortas em Camaçari. A primeira vítima foi Cristiane Karina Sousa Santos, de 26 anos, assassinada a tiros dentro da residência onde morava no condomínio Praia da Penha, no Ponto Certo, no dia 07. A segunda mulher morta foi uma menina de apenas 4 anos. A criança foi vítima de uma bala perdida durante um confronto entre rivais do tráfico de drogas da localidade de Areias, em Vila de Abrantes, no dia 10. A terceira vítima do gênero feminino foi uma mulher não identificada, que foi encontrada morta no dia 22, na região conhecida como Maracaiúba, na zona rural de Abrantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Venha fazer parte da campanha solidária e ajude as famílias que mais necessita da sua doação